MyH2O2®

Peróxidos do Brasil lança comercialmente MyH202®, unidade satélite de produção de peróxido de hidrogênio

  MyH2O2 Click to enlarge
Pequenas, seguras e robustas, essas unidades são uma inovação, do conceito à realidade, para instalação nos sites dos clientes.

Curitiba, Brasil – 29 julho de 2014 - Com esforços conjuntos ao longo dos últimos anos, a Unidade Global de Negócios Peróxidos, do grupo Solvay, através de sua empresa  Peróxidos do Brasil, desenvolveu um conceito inovador de unidades satélites de produção de peróxido de hidrogênio (HP, na sigla em inglês) pequenas, seguras e robustas, especificamente concebidas e desenhadas para instalação nos sites dos clientes.

Estas unidades de produção satélite HP, que podem abastecer os clientes de acordo com suas necessidades, estão sendo introduzidas agora no mercado como MyH2O2®. Sob medida, as unidades MyH2O2® serão instaladas para uma capacidade de produção típica e consumo específico entre 3 mil a 15 mil toneladas por ano de Peróxidos de Hidrogênio.

"A Solvay constrói e opera com sucesso, várias megaplantas com linhas únicas de peróxido de hidrogênio, com capacidade superior a 300 mil toneladas por ano. Agora, com uma redução importante no que diz respeito à capacidade, a unidade confiável e competitiva MyH2O2® é mais uma demonstração real do design de vanguarda, e experiência operacional e de engenharia do Grupo com o processo de auto-oxidação", diz Georges Crauser, presidente da GBU Peróxidos da Solvay.

De acordo com Bruno Jestin, Gerente-Geral da Peróxidos do Brasil, "a tecnologia inovadora MyH2O2® vai ser fundamental para reforçar a posição de liderança da Peróxidos do Brasil na América do Sul. Ela apoiará fortemente os investimentos dos nossos clientes - principalmente na indústria de celulose -, oferecendo-lhes tranquilidade em seu abastecimento de H2O2". Desde 2010, o Grupo Solvay e a Peróxidos do Brasil realizam várias operações pilotos, micros e minis, para desenvolver e validar o novo sistema de catalisador e de química de estabilização estendida para solução ativa. 
Em 2013, as inovações em química de processo e design de equipamento entraram em funcionamento em uma instalação industrial piloto.  “Esta instalação industrial piloto já opera de acordo com uma especificação há mais de um ano; a tecnologia está, portanto, pronta para ser lançada comercialmente”, acrescenta Jestin.






2014-07-29-icon

(Instalação industrial piloto (500 ton/ano, Curitiba) em operação desde 2013)



A unidade MyH2O2® combina uma gama única de novas tecnologias proprietárias e inovadoras, com um processo simplificado e intensificado; um layout modular e compacto; um projeto pré-moldado e montado em plataforma. Algumas destas inovações foram patenteadas.

"Embora tenha sido construída para operar remotamente no site do cliente, uma unidade MyH2O2® não é uma planta independente. Ela permanece associada a uma planta mãe de peróxido de hidrogênio para controle remoto e abastecimento centralizado, regeneração de catalisador e solução de trabalho em intervalos de tempo definidos. Também aproveita a infraestrutura industrial, as utilidades (serviços) e matérias-primas já disponíveis no site do cliente ", explica Patrick Dhaese, Diretor de Tecnologia da Peróxidos do Brasil.

2014-07-29-icon2
(Unidade MyH2O2®, satélite de uma planta mãe em um site específico do cliente)


 
Para grandes clientes com plantas de celulose e papel instaladas em áreas remotas, uma unidade MyH2O2® satélite exclusiva é extremamente adequada, pois traz níveis sem precedentes de integração de fluxo de valor, redução de efluentes e segurança de fornecimento.
 
Com vários estudos de viabilidade em andamento atualmente, em sites selecionados de clientes em toda a América do Sul, o objetivo da Peróxidos do Brasil é ter sua primeira unidade MyH2O2® em funcionamento em 2016. Logo depois, outras regiões do mundo também poderão se beneficiar deste conceito inovador, em apoio a sua crescente demanda de Peróxidos de Hidrogênio.